Recentemente surgiram diversas notícias a anunciar o encerramento de centros comerciais nos EUA. Sendo este, usualmente, um mercado pioneiro e de vanguarda, foi inevitável o alarme na Europa, não tendo sido Portugal exceção.

Neste relatório demonstramos que o mercado de comércio norte americano é muito distinto do europeu, de modo que, não acreditamos que se venha a verificar, nos próximos anos, um encerramento em massa de centros comerciais em Portugal.

No entanto, já não restam quaisquer dúvidas de que o sector vive uma fase de grande transformação, e que uma nova geração de centros comerciais irá rapidamente surgir. E os centros comerciais que não acompanharem esta mudança, estão condenados ao encerramento.