2017 voltou a ser um grande ano. As transações imobiliárias da CBRE ultrapassaram os 500 mil metros quadrados.


22% foi o crescimento dos resultados da CBRE Portugal em 2017. Pelo terceiro ano consecutivo a consultora imobiliária superou as expetativas dos seus clientes, tendo transacionado cerca de 500 mil metros quadrados, qualquer coisa como 50 estádios de futebol.

Alguns dos momentos-chave de 2017 foram decisivos para a CBRE e vão consolidar a presença da empresa em Portugal. Entre eles, destaca-se a abertura do escritório na cidade do Porto, a criação de uma nova área de Corporate Finance – Capital Advisors, com o intuito de apoiar os clientes na criação de joint ventures, estruturação de financiamentos e assessoria em compras ou vendas de portefólios de crédito malparado, que têm imóveis como garantia, e ainda o reforço da equipa de hotelaria, dando especial atenção às transações. Francisco Horta e Costa, Managing Director, CBRE Portugal, considera que 2017 “foi um ano particularmente positivo, não só em termos de resultados, como também em termos de soluções apresentadas a clientes através de uma equipa de 150 colaboradores altamente qualificados. Cada vez mais a CBRE vende soluções integradas aos seus clientes, que acompanham o ciclo do produto imobiliário na sua totalidade e os resultados estão à vista.”

 

Investimento e Promoção/Reabilitação Ascende aos 600 Milhões de Euros

A área de Investimento e Promoção/Reabilitação da CBRE cresceu 10% em 2017, somando 600 milhões de euros de negócios. Em causa estão 115 imóveis com cerca de 300 mil metros quadrados. Nos lugares cimeiros das transações efetuadas estão a venda do portefólio da Tranquilidade, composto por 84 imóveis, do portefólio da Silcoge, constituído por 13 edifícios e a alienação de quatro edifícios da Caixa Geral de Depósitos, três imóveis de escritórios e um residencial.


Tecnologias e Advocacia Lideram no Setor dos Escritórios

Em 2017, as áreas de atividade mais dinâmicas no setor de escritórios foram a Tecnologia, Media e Telecomunicações & Utilities (21%) e Consultores e Advogados (17%). A CBRE manteve a liderança neste mercado, tendo negociado a colocação de 30.000 m2 de escritórios. No que diz respeito a transações, é de salientar os arrendamentos de escritórios para uma empresa tecnológica no Lagoas Park (6.000 m2), de uma entidade bancária na Torre Oriente Colombo (5.700 m2) e de uma empresa farmacêutica no Lagoas Park (4.000 m2).


Área de Armazéns e Logística Conquista Liderança

O departamento de Armazéns e Logística cresceu 20%, em 2017, o que faz da CBRE líder neste setor do mercado. Um crescimento que se fica a dever sobretudo à venda de um armazém com 5.100 m2, em Carnaxide, ao arrendamento de um armazém de 6.500 m2, em Aveiro, e o arrendamento de um armazém com 14.000 m2 na Azambuja. Ao todo, em 2017, foram realizados 20 negócios, totalizando 65.000 m2 de armazéns, instalações industriais e terrenos.


Departamento de Comércio Regista Crescimento de 76%

No ano passado, o departamento de Comércio teve um crescimento de 76%, com a comercialização de mais 25.000 m2 do que em 2016. Os negócios realizados ascenderam os 64.000 m2, nos setores de Retail Parks (8.000 m2), Comércio de Rua (26.500 m2) e Centros Comerciais (29.500 m2). Na liderança das transações surgem a venda do espaço onde será construído o Hospital de Sintra do Grupo José de Mello Saúde, a venda de instalações à Brimogal, em Aveiro, para a abertura do Leroy Merlin, e a colocação de várias marcas de conceituadas como a Sportzone, Fnac, McDonald's e Fitness Hut nos centros comerciais Nosso e Alameda.


Avaliações Mantêm Primeira Posição no Mercado

Em 2017, o departamento de avaliações da CBRE foi capaz de manter a liderança nesta área, com avaliações que ascendem aos 200 milhões de metros quadrados, num montante superior a 10 mil milhões de euros e que abrangeram 30.000 imóveis.


Asset Services Atinge os 1,15 Milhões de Metros Quadrados

Já em 2016 o departamento de Asset Services tinha registado um crescimento de 100%. Em 2017, volta a crescer cerca de 30%, alcançando um marco histórico: a gestão de 1,15 milhões de euros de metros quadrados, em 71 ativos. Assim, no ano passado, a consultora conquistou a gestão de mais 25 ativos, dos quais se destacam o portefólio do fundo imobiliário Explorer I – que inclui o edifício Liberty, na Avenida Fontes Pereira de Melo –, os Edifícios Álvaro Pais e Santa Maria e o Sintra Business Park.


Building Consultancy Cresce 160%

O departamento de Arquitetura e Gestão de Projetos bateu um novo recorde, em 2017, tendo crescido cerca de 160%. No último ano, foram realizados 46 contratos de Gestão de Projeto, Projeto, Fiscalização e Due Diligence, que totalizaram os 33 milhões de euros, em cerca de 450.000 metros quadrados de comércio e escritórios. É de destacar o Projeto e Gestão de Projeto dos espaços comuns dos Centros Comerciais Alma, Nosso e Alameda, para o Deutsche Asset Management, e da nova sede de Uría Menéndez- Proença de Carvalho, no Marquês de Pombal, em Lisboa.


Entreprise Facility Management Responsável pela Gestão de 36 Instalações

O Entreprise Facility Management da CBRE geriu, em 2017, 36 instalações, com 3.000 ocupantes, e um total de 56.000 m2, grande parte da área das Tecnologias da Informação. No top 3 encontram-se três novos escritórios sob gestão: o Syngenta, a DXC (ex-HP) e o Hostelworld, mais uma tecnológica internacional que escolheu o Porto para a sede em Portugal, e que contou também com a assessoria da CBRE.


Neoturis Assinala Seis Novos Grandes Projetos

Em 2017, a neoturis, empresa do grupo CBRE, realizou mais de 30 projetos para clientes e investidores. Destacam-se seis projectos para clientes como o Turismo de Lisboa, a Associação de Promoção da Madeira, o Vilamoura World, o BCP, o Discovery e a FOSUN. Para 2018, a empresa prevê o fecho de transações preparadas ao longo de 2017, assim como o aumento do número de clientes internacionais a procurar serviços de consultoria em Portugal.